Conecte-se

USD R$ 4,21

EUR R$ 4,72

GBP R$ 5,49

Política

MP que transforma Embratur em agência será assinada em novembro

MP que transforma em Embratur em agência será assinada mês que vem. Na foto, o presidente Jair Bolsonaro acompanha a apresentação de Gilson Machado Neto como novo presidente da autarquia (Isac Nóbrega/PR)

A Embratur finalmente está próxima de se tornar uma agência de promoção turística. O início da transformação ocorrerá em 6 de novembro, quando será assinada uma Medida Provisória (MP) no Palácio do Planalto, em Brasília.

O anúncio foi feito por Gilson Machado Neto, presidente da autarquia, durante a FIT América Latina, que encerrou ontem (8), em Buenos Aires. De acordo com comunicado, os ministros de Turismo do Cone Sul Gustavo Santos (Argentina), Liliam Kechichian (Uruguai) e Sofia Montiel (Paraguai) confirmaram presença na assinatura da MP da Embratur.

Embora seja uma pauta discutida há mais de uma década, Machado Neto saudou o presidente Jair Bolsonaro pela decisão. “Ele demonstra, mais uma vez, que o turismo é prioridade de seu governo e que a Embratur deve ter protagonismo na divulgação do Brasil no exterior”, afirma.

Em encontro com autoridades, a autoridade brasileira discutiu medidas para o avanço do turismo internacional.   À parte da MP da Embratur, ele sugeriu ações para promover o turismo de pessoas na terceira idade nesses quatro países.

Em outras palavras, a ideia é que Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai tenham legislação única e ações promocionais conjuntas.

“O diálogo que tivemos na Argentina é fundamental para eliminarmos os gargalos que afastam o turista internacional e o investimento da nossa região. Precisamos trabalhar juntos para conseguirmos formar um ambiente favorável ao turismo na América do Sul”, salienta.

Entenda a MP da Embratur

O modelo da nova Embratur é inspirado na Apex-Brasil, ou seja, a agência não depende apenas de recursos federais para se manter, podendo receber dinheiro de pessoas e empresas de fora.

A discussão desse pleito ganhou mais força em 2018, quando Vinicius Lummertz, então presidente da autarquia, incluiu a medida no pacote Brasil + Turismo. Uma das finalidades da agência Embratur é quase dobrar o número de turistas internacionais .

Atualmente, o Brasil recebe pouco mais de 6,5 milhões de turistas por ano. Até 2022, porém, a expectativa é alcançar 12 milhões e gastos na ordem de US$ 19 bilhões.

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Inscreva-se e fique em dia com as principais notícias do setor