Conecte-se

USD R$ 4,33

EUR R$ 4,81

GBP R$ 5,58

Política

Abav Expo é palco de demandas do turismo e palanque político

Abav Expo recebeu lideranças políticas e do turismo (Alê Frata/Abav)

A 47ª Abav Expo contou com a presença de dezenas de autoridades e lideranças do turismo no primeiro dia de evento. No palco de abertura, eles aproveitaram a ocasião para reforçar demandas da indústria há tempo aguardadas, além de fazer discursos políticos.

Possivelmente o mais inflamado deles tenha sido Gilson Machado Neto, presidente da Embratur. Ele se colocou no púlpito para aclamar o discurso de Jair Bolsonaro na Assembleia da ONU, realizado na última terça-feira (24).

“Nosso presidente Bolsonaro fez um discurso que ao meu ver foi antológico. Nosso presidente mostrou como nunca o comprometimento com o turismo brasileiro. O governo sabe o protagonismo que o setor tem para a recuperação da crise”, afirmou.

“Na mídia e na ONU foram ouvidas verdades nunca antes ditas por um presidente da República. Ele honrou o nosso país e expôs a importância da democracia, da livre iniciativa e da liberdade em imprensa. A esquerda foi dormir em posição fetal. Meus pêsames”, completou.

Ao recorrer à fala de Bolsonaro, ele evidenciou a isenção de vistos para turistas de Estados Unidos, Austrália, Canadá e Japão. O presidente da autarquia sugere que chineses e indianos em trânsito nos EUA poderiam ter o documento liberado para viajar ao Brasil.

Pautas urgentes na Abav Expo

Ex-presidente da Embratur, Vinicius Lummertz aproveitou o espaço oferecido para discorrer sobre o “atraso” que o país vive. Hoje secretário de Turismo de São Paulo, ele considera que o “grande problema do Brasil, incluindo o turismo, é consertar problemas do século 19 e 20″. Ele se referiu principalmente a ideologias, ainda que não tenha especificado quais.

Ele elogiou a aprovação da Reforma Trabalhista de Michel Temer e pediu urgência na Reforma da Previdência. Vale lembrar que essa última recebeu sinal positivo da Câmara dos Deputados e depende da aceitação do Congresso.

“Temos que ser mais rápidos em relação às reformas e não transformá-las em um calvário para a população brasileira. É preciso construir esse ambiente longe dos egos e próximo da oportunidade de fazer avançar. Temos que correr em direção ao século 21”, apontou na Abav Expo.

Entusiasta de Machado Neto, Vinicius Lummertz acredita que sua proximidade com o presidente Jair Bolsonaro é essencial para o turismo. Sua fala rememora a necessidade discutida em anos passados de colocar a indústria de viagens como protagonista. “Espero que possamos colocar turismo no centro da agenda. Que não leve 50 anos, que seja agora.”

Presidente da Comissão de Turismo, o deputado federal Newton Cardoso Jr. se mostrou favorável a pautas específicas do setor. Segundo ele, o aumento do orçamento para o Ministério do Turismo deveria ser aprovado pelo Congresso.

No entanto, ele ressalta que a iniciativa privada seria bem-vinda para alavancar projetos novos e engavetados.

Ele recordou também que é preciso levar adiante o projeto de legalização dos jogos de azar em cassinos no Brasil, além da transformação da Embratur em agência reguladora, possibilizando investimentos de diversas partes, e não apenas do governo.

Palavra do ministro

Por fim, Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, disse aos presentes na abertura da Abav Expo que o Brasil vive um novo momento. Além de apoiar as reformas mencionadas por Lummertz, ele apontou algumas pautas já avançadas.

Por exemplo, destacou que a Hálcon Viajes, agência de viagens da Globalia com mais de mil unidades na Espanha, está próxima de incluir produtos formatados de destinos brasileiros. Entretanto, salientou que Jalapão (TO) e Serra da Capivara (PI) precisam de investimentos em infraestrutura.

Enquanto o primeiro teria de passar por melhorias no acesso às estradas, o segundo poderia contar com mais voos e hotéis no entorno. “Serra da Capivara recebe ‘incríveis’ 20 mil visitantes por ano. Digo incríveis porque esse número poderia ser de três, quatro milhões por ano”, acredita Álvaro Antônio.

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Inscreva-se e fique em dia com as principais notícias do setor