[ editar artigo]

Principais tendências de turismo para 2021

Principais tendências de turismo para 2021

2021 deve ser um dos anos mais significativos do turismo até hoje. À medida que o mundo se recupera lentamente da Covid-19 e as fronteiras começam a se abrir, esperamos que as viagens sejam um pouco diferentes do que eram antes da pandemia.

Por isso, separamos para você as principais tendências para o turismo 2021. Vale lembrar que a pesquisa foi realizada pela Sojern em parceria com a PhocusWright.

 Programar viagens com segurança

Estamos no auge da alta temporada, e é necessário lembrar que mesmo os viajantes mais experientes ainda não estão totalmente seguros para programar viagens neste momento. Até os turistas que marcavam viagem de última hora ainda estão cautelosos para escolher um destino de férias e planejar sua viagem.

Os viajantes querem saber o que está funcionando e como as agências de turismo estão operando, para decidirem se estão dispostos a embarcar ou não. A piscina do hotel está aberta? Como será a experiência nos restaurantes ao longo da viagem? As praias estão aglomeradas? Quais os protocolos adotados pelos destinos?

Transmitir segurança e confiança em todos os canais é decisivo para recuperar a economia. E esse é um trabalho em conjunto, não só de um setor isolado, mas por parte de toda a cadeia: hotéis, pousadas, restaurantes, bares, receptivos etc.

Agente de viagens: consultoria vital no processo de reserva de viagens

2020 foi um ano de incertezas para a indústria de viagens, com fechamento de fronteiras, reabertura em fases e várias outras medidas, como a apresentação de um teste negativo para Covid-19, seguro viagem e restrição de viajantes de determinados destinos.

Para que os turistas não se percam em meio a tantas informações, o auxílio de um agente de viagens é fundamental, uma vez que ele tem o conhecimento necessário sobre tudo o que acontece no setor de Turismo, e está sempre atualizado em relação às mudanças de última hora. 

Os agentes de viagens também têm contato direto com companhias aéreas e fornecedores de serviços, garantindo que seus clientes obtenham as informações em primeira mão e consigam itinerários mais flexíveis. Além disso, eles irão indicar os melhores planos de seguro para eventuais emergências.

 Sanitização é a peça-chave

A sanitização dos ambientes continua sendo um fator-chave na decisão dos viajantes. Essa tendência de viagem permanece em 2021 e tudo indica que ficará nos próximos anos. Uma vez que adquirimos hábitos de higiene, não voltamos atrás.

O viajante pós-Covid-19 estará muito mais exigente em relação aos protocolos de segurança e saúde.

Além de aumentar os cuidados com a limpeza, os fornecedores de serviços turísticos (hotéis, restaurantes etc.) precisam mostrar o que estão fazendo para manter os clientes seguros, como estão aplicando os protocolos e como os viajantes devem se comportar. Precisam informar o público em todos os seus canais: sites, redes sociais, e-mail marketing, campanhas offline, entre outros.

Conexão criativa e digitalizada

Os viajantes estão mais conectados e digitalizados do que nunca. Todas as empresas e os destinos turísticos que não davam a devida importância para o marketing digital, migraram para o online e, como consequência,  a competição pela atenção do potencial cliente é ainda maior.

Assim, uma das tendências do turismo em 2021 é a conexão criativa, ou seja, entender o que realmente tem valor para cada perfil de cliente. A partir desse entendimento é possível lançar campanhas que criem vínculos e gerem segurança aos turistas, que buscam experiências únicas.

 Relacionamento com clientes

Em geral, os empresários do setor de Turismo se esforçam bastante para atrair novos clientes. No entanto, muitas empresas se esquecem de manter o relacionamento com seus clientes já estabelecidos, mesmo sabendo que é mais fácil vender para um cliente antigo do que para um consumidor que ainda não conhece a sua marca.

O turista que planeja uma viagem durante a pandemia tende a buscar destinos e hotéis que já conhece, uma vez que representam menos risco e proporcionam maior segurança.

Aproveite esta oportunidade para se comunicar com seus clientes, informando como seu empreendimento está operando, as adequações feitas para atender aos novos protocolos e transmita confiança.

Atendimento flexível ao “novo” viajante

 

Outra tendência do turismo em 2021 é a flexibilidade. O viajante pós-Covid-19 quer ter a certeza de que poderá cancelar, alterar ou remarcar sua viagem.

Diante do cenário incerto, fica difícil programar uma viagem a médio e longo prazos. Assim, os dados da pesquisa comprovam que ter uma política de cancelamento flexível é determinante para todas as empresas do setor de Turismo. Cerca de 70% dos entrevistados informaram que só reservariam uma viagem com opções flexíveis de reserva.

O ano de 2020 foi difícil para o setor de Turismo, mas muitas empresas conseguiram adaptar seus portfólios de serviços em meio às adversidades.

Em resumo, no mundo pós-Covid-19, os viajantes estarão muito mais cientes da necessidade de viajar para destinos que facilitem a manutenção de práticas de distanciamento social. 

As operadoras de turismo precisarão ser criativas ao projetar itinerários que evitem meios de transporte público e áreas turísticas lotadas, pois seus clientes esperam essa abordagem para os roteiros de viagens. Isso pode assumir a forma de itinerários com foco em locais mais remotos ou até mesmo o aumento da popularidade de nichos como passeios em meio à natureza, onde os viajantes têm menos probabilidade de entrar em contato com outras pessoas.

É claro que viagens e turismo precisam ser sustentáveis; para o planeta, a comunidade e a indústria em geral. Levando em consideração os princípios do turismo sustentável, as viagens socialmente distantes são ainda mais importantes. 

E você, o que achou das tendências para 2021? Deixe seu comentário! 


 

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você