Conecte-se

USD R$ 4,33

EUR R$ 4,81

GBP R$ 5,58

Aviação

Gol e Air France-KLM renovam parceria estratégica por mais cinco anos

Gol e Air France-KLM prorrogam parceria por mais cinco anos (Divulgação)

A Gol e Air France-KLM prorrogaram a parceria estratégica entre as empresas por mais cinco anos.

De acordo com comunicado da empresa brasileira, a aliança “reforça a colaboração e a sinergia de negócios, com o propósito de oferecer a melhor experiência aos seus clientes”.

Os números oficiais apontam que, atualmente, a parceria cobre mais de 99% da demanda entre Brasil e Europa. No total, mais de um milhão de passageiros foram transportados em conjunto nos últimos cinco anos.

O acordo de codeshare entre Gol e Air France-KLM abrange 18 países, incluindo 66 cidades na Europa e mais de 30 no Brasil. Com a parceria, os viajantes frequentes terão, por exemplo, vantagens exclusivas, como acesso às salas vip da KLM e da Air France, e aos Gol Premium Lounges em Guarulhos (SP) e no Galeão (RJ).

“A Gol muito orgulho desta parceria e todos os resultados obtidos nos últimos anos. Crescemos e fortalecemos os nossos negócios juntos. Para nós, é uma grande satisfação renovar essa aliança”, diz Eduardo Bernardes, vice-presidente comercial e marketing da Gol.

No Brasil, os clientes têm hoje três principais hubs de conexão das empresas, sendo Guarulhos e Galeão os que concentram a maior demanda, com um total de 469 voos. Além do que, contam com o ponto de conexão no Nordeste, em Fortaleza, iniciado há dois anos.

As companhias ainda oferecem facilidades de conexões nos aeroportos centrais de Congonhas e Santos Dumont. Em ambos também é possível embarcar em um terminal doméstico para fazer uma viagem internacional. Por fim, os viajantes têm na Europa os hubs de Amsterdam e Paris (Charles de Gaulle), que permitem mais opções de viagens ao continente europeu.

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Inscreva-se e fique em dia com as principais notícias do setor