Conecte-se

USD R$ 4,21

EUR R$ 4,72

GBP R$ 5,49

Empréstimo da United à Avianca pode chegar a US$ 250 milhões (Divulgação)

Aviação

Empréstimo da United à Avianca será de até US$250 milhões

A Avianca Holdings chegou em um acordo entre a United Airlines e a Kingsland Holdings S.A. em relação à proposta de investimento de até US$ 250 milhões e estabeleceu as condições para o pagamento. A ação faz parte da estratégia “Avianca 2021”, plano para fortalecer sua competitividade e implementar os ajustes financeiros necessários.

De acordo com a Avianca, a parceria estabelece um empréstimo de quatro anos com uma taxa de juros de 3%. Além disso, os juros serão capitalizados até o vencimento do crédito, garantindo maior flexibilidade de caixa.

Ou seja, o financiamento pode ser convertido em ações a critério da Avianca – a um preço equivalente de US$4.637 , o que representa um prêmio de 35% sobre o preço médio da ação dos últimos 90 dias.

Portanto, está sujeito a certas condições, se o preço da ação exceder de forma estável sete dólares ou voluntariamente, a critério da United e Kingsland. O empréstimo será garantido pelas participações acionárias da Avianca Holdings em suas principais subsidiárias.

O vice-presidente sênior de alianças da United Airlines, John Gebo, parabenizou a Avianca Holdings pelo “importante passo” em seu plano Avianca 2021. “Estamos confiantes de que a empresa alcançará com sucesso os acordos com outros aliados estratégicos. Assim, vamos trabalhar juntos para concluir a documentação final do nosso empréstimo”, declarou.

Leia também:
Viagens corporativas têm faturamento de R$ 45 bilhões no Brasil

O acordo, por enquanto, não foi oficializado e está em processo de documentação final. Diante disso, o anúncio da formalização deve ser divulgado no final do mês de outubro. Todavia,  inclui a obtenção de um acordo abrangente de um novo agendamento com os credores e fornecedores da Avianca, além do fechamento final da troca de títulos de 2020 por US$ 550 milhões.

Avianca 2021

No mês de julho, Avianca Holdings havia divulgado seu plano para 2021, procurando fortalecer a competitividade no mercado. Além disso, a nova administração está trabalhando em melhor a pontualidade da companhia, com alterações nos itinerários, rotas, horários e frequências.

O objetivo da estratégia de 2021 para a Avianca Holdings é alcançar crescimento sustentável e competitivo. Sendo assim, dobrando as margens operacionais atuais e mantendo investimentos de capital disciplinados, gerando fluxo de caixa consistente que atingiria níveis de alavancagem conservadores até 2021. No prazo imediato, o novo perfil de nossas dívidas é essencial para assegurar liquidez adequada

Para Roberto Kriete, presidente da Kingsland Holdings, o acordo com a Avianca Holdings é uma grande conquista. “Esperamos ansiosamente a conclusão bem-sucedida do reequilíbrio da dívida da empresa e trabalharemos com a administração para alcançar o sucesso do plano para 2021“, afirmou.

O CFO da Avianca Holdings S.A., Adrián Neuhauser, afirmou que o acordo é de suma importância para a empresa.

“Este acordo representa outra etapa crucial na execução financeira do nosso plano Avianca 2021, juntamente com o êxito que alcançamos até o momento na oferta de troca de nossos títulos. Diante disso, acreditamos que os termos com os quais concordamos são muito atraentes, e agradecemos a confiança na nossa empresa demonstrada pela United e pela Kingsland no processo em que estamos todos seguindo em frente rapidamente.”

 

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Newsletter

Inscreva-se e fique em dia com as principais notícias do setor