[ editar artigo]

Suíça e Seus Encantos

Suíça e Seus Encantos

  Já podemos falar que estamos sentindo falta do ar suiço? Do vinho, do visual único e incrível e claro, das boas risadas? Sim! Que experiência vivemos nesses dias. Depois de toda a situação que passamos devido a pandemia, vivenciarmos essa viagem foi um grande presente. Suíça e BWT Operadora, para sempre a gratidão.

  Chegamos em Zurique e logo já estávamos na estação, comprando vinho e salada para levar para o trem com destino a Lausanne. Ao chegar no destino nos deparamos com uma cidade maravilhosa. Com um lago perfeito, histórias surpreendentes e a cada descoberta era uma surpresa. Tudo funcionando como um relógio suiço, afinal estávamos na Suíça.  Aprendemos a andar de metrô e adquirimos um pouco da noção da cidade e das facilidades da localização e até conseguimos subir no pódio no Museu das Olimpíadas, todos vencedores com méritos por estarmos vivendo essa maravilha de viagem. Não carregamos mais malas, pois isso também é possível para a maior comodidade em sua viagem dentro da Suíça. Usando novamente os trens, saímos em direção a Vevey. Pudemos saber um pouco mais da vida do famoso Charles Chaplin e conhecemos a sua residência na Riviera Suíça. Em seguida fomos para uma degustação do vinho suiço, na Vinorama.

    Chegamos em Montreux e nossas malas já estavam no hotel, funcionando tudo muito bem. Visitamos a cidade e a estátua do famoso Fred Mercury, monumento mais fotografado na Suíça. Também  fomos ao Queen Studio Experience Montreux, onde o grupo gravou de 1973 a 1995. Saímos de Montreux para uma experiência, onde por alguns dias parecia que tínhamos um quadro pintando em nossos olhos. Chegamos em Interlaken para excursão Jungfrau, tempo nublado e não seria possível ver nada, porém juntos energizando, o tempo foi abrindo, e o sol até apareceu. Tivemos um cenário fantástico, parece que a foi feito de propósito para que pudéssemos da decepção primária em não ver nada, para o deslumbre de um visual maravilhoso. Descemos e continuamos a viagem para a Grindelwald, onde o hotel nos acolheu de uma forma muito especial. Saímos para a excursão muito esperada no dia seguinte no topo da Europa: Jungfraujoch. Que dia incrível, pudemos até superar medos, e redobrar emoções. Voamos, aceleramos com a gravidade, e até mesmo conversamos com as vacas, contemplamos Deus, pois por alguns momentos parecia o paraíso. 

   Chegamos em Lucerna muito felizes com tudo que vivemos, porém ainda tinha mais. Começamos um tour na chuva e ao entrarmos na catedral rezamos e pedimos para parar a chuva, e ao sair, a chuva tinha cessado e pudemos aproveitar um pouco mais o tour.  Chegamos no hotel e rapidamente saímos para um passeio de barco. Nos deslocamos até Vitznau e jantamos no Hotel Park Hotel Vitznau em um dos restaurantes Michelin. Que espetáculo de hotel, que espetáculo de jantar. Mais uma vez comemoramos a vida. No dia seguinte fomos a Engelberg para começar a experiência a titlis, que foi sensacional, com o céu azul e a ponte cheia de neve, vivemos intensamente as emoções geladas da Suíça, finalizando com café e chocolate. Almoçamos no kempinski palace em engelberg e voltamos correndo para o trem, tipo maratona, sem vencedores, todos chegaram quase juntos. jantamos arrumamos as  malas para última cidade, Zurique. A cidade surpreende muito, pelo comércio, pela organização e também pelas ruas limpas e o povo muito elegante transitando nas ruas. Tivemos um almoço sensacional em um lugar ícone, com atendimento de primeira. Logo em seguida um belo tour com nossa amiga Bárbara (parece que foi feita para nós, astral e maluquices de agentes de viagens em final de viagem) misto de felicidade e misto de saudades, corremos muito para chegar no hotel. Caraca que nervoso, porém compensou cada minuto ou segundo de nervoso para cumprir com todos os horários e protocolos.

   Um happy hour em um lugar inusitado, que alguns integrantes do grupo voltaram após tirar fotos e rir um pouco mais,  era oficialmente a última noite. No dia seguinte, após um café da manhã reforçado, saímos para a fábrica do sonho de muitos, Lindt, onde pudemos colocar a mão na massa. Almoçamos em um lugar com astral descontraído e visual maravilhoso. Fomos para o aeroporto e encerramos mais um capítulo que ficará para sempre no livro de nossas vidas. A Suíça é realmente um paraíso dentro da Europa com muitas peculiaridades únicas.


A área de Engelberg-TITLIS comporta 25 diferentes teleféricos , 82 quilômetros de pistas e inúmeras atividades

Agente de Valor
Caroline Souza
Caroline Souza Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você