[ editar artigo]

Sky promete aumentar a contratação de mulheres pilotos em 20% até 2022

A companhia aérea Sky Airline se comprometeu a aumentar a contratação de mulheres pilotos em 20% até 2022.  A promessa foi feita junto ao Ministério da Mulher e da Igualdade de Gênero do Chile.

A empresa chilena irá aumentar a contratação de mulheres pilotos em 10% até 2020, 15% para 2021, e 20% para 2022.

No Chile, apenas 5% dos pilotos são do sexo feminino. “Apesar das mulheres pilotos terem uma imagem muito positiva diante dos passageiros, ainda existem aqueles que pensam que este é um trabalho só para homens, o que não é verdade. Temos visto através dos anos que as mulheres são altamente competentes para desempenhar não só esta profissão como qualquer outra”, disse Holger Paulmann, CEO da Sky.

Além de aumentar o percentual de mulheres pilotos nos próximos três anos, a companhia lançou o programa "Mulher, atreva-se a voar", focado em apresentar a carreira de pilotos a todas as jovens e crianças, incentivando na escolha de uma profissão. Sendo assim, a partir do ano que vem, durante a última semana de julho de cada ano, as jovens interessadas em aprender sobre a experiência de voar poderão participar de atividades organizadas pela aérea.

Ao todo serão 30 vagas disponíveis para jovens e crianças de todo o Chile e o processo seletivo será divulgado com antecedência nos canais de informação da companhia aérea.

No Brasil, a Sky oferece seis voos semanais para Santiago a partir do Rio de Janeiro, de quarta a segunda-feira. São Paulo tem cinco frequências semanais sem escalas para a capital chilena. Em dezembro, a companhia começará a conectar Salvador a Santiago. As rotas para o Brasil são operadas com a nova frota de aeronaves Airbus 320neo.

TAGS

scroll3

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você