[ editar artigo]

Rio de Janeiro estuda stopover com Tap e Emirates

O Governo do Rio de Janeiro pretende alavancar o turismo nacional e internacional com o lançamento de um programa de stopover com a Tap e a Emirates. O governador Wilson Witzel também assinou uma carta de intenções para a criação de um banco de diárias  para captação de eventos para o estado.

Sendo assim, o acordo possibilita que em uma só viagem o turista usufrua de alguns dias na cidade de conexão do seu destino final. 

Essa serviço já foi implementada em São Paulo com voos da Gol. Azul e Latam e serão as próximas a oferecem até o fim deste ano.

Em julho, o governo estadual e a Tap assinaram uma carta de intenções para tornar o Rio de Janeiro um destino de stopover de voos vindos de Portugal. Como resultado, a iniciativa procura promover o destino carioca na Europa, atraindo mais turistas para a região.

Com o acordo, os passageiros da empresa aérea que realizarem conexão no Rio de Janeiro poderão permanecer na cidade sem custo adicional para hospedagens de dois até cinco dias. 

Para o governador Wilson Witzel, o Rio de janeiro está empenhado em fazer do turismo algo impressionante para o Brasil. 

"A pessoa vai vir para cá antes de ir para outro lugar. Ela fica três dias no Rio e pode aproveitar aquilo que o estado oferece de bom para o turista. Estou trabalhando nisso [o stopover com a Tap e a Emirates]. Acredito que o Rio de Janeiro consiga, até o final de 2022, estar com o dobro de turistas. Hoje recebemos 1,5 milhão de turistas estrangeiros, mas nós esperamos chegar três milhões até o final de 2022", afirma.

Leia também:
“Não pensávamos que nenhuma empresa ia parar”, diz Sanovicz sobre Avianca Brasil

Além do stopover com a Tap e a Emirates

Outra medida anunciada no evento foi a redução do preço do querosene para as empresas aéreas. Ou seja, com a autorização do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), o governo reduzira a taxa de 12% para 7%.

"Estas medidas conjugadas ao lado de uma campanha de promoção, entre outras ações, vão fazer com que o Rio de Janeiro receba mais turistas nacionais e estrangeiros. Ao mesmo tempo, a hotelaria vai oferecer espaços ociosos de seus quartos criando um banco de diárias para a captação de eventos, cuja carta de intenções foi chamada de 'carta de Copacabana'”, explica Otavio Leite, secretário de turismo.

A redução da alíquota sobre o querosene de aviação é apontada como um dos pontos de interesse para companhias aéreas de baixo custo. Vale destacar que Norwegian Air e Sky Airline voam de Londres e Santiago, respectivamente, ao Rio de Janeiro, via Aeroporto do Galeão. Mais recentemente, a Flybondi iniciou a venda de bilhetes entre Buenos Aires e a capital do Rio de Janeiro.

 

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você