[ editar artigo]

Retorno cauteloso do turismo em Morretes

Retorno cauteloso do turismo em Morretes

A reabertura de forma controlada do turismo em Morretes, no litoral do Paraná, foi autorizada pela prefeitura e pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR).

Desde o dia 7 de agosto, restaurantes e pousadas voltam a atender turistas, mas com restrições. Para entrar no município, é preciso se cadastrar pela internet e gerar um QR Code, que deve ser apresentado na barreira sanitária.

A ferramenta implementada pela Motu Inteligência Digital visa controlar o fluxo de pessoas na cidade e fazer o rastreamento de contatos, caso necessário.

Com isso, cerca de 3.770 pessoas poderão visitar o destino, com acesso restrito aos finais de semana, desde que com destino e cronograma de visitação definidos. Para isso, os turistas devem realizar a reserva ou compra do passeio e/ou serviço diretamente com o estabelecimento que a ser visitado. É importante frisar que sem o cadastro e QR Code, o visitante não poderá entrar na cidade.

Retomada das atividades turísticas: resgate da economia local

Segundo o presidente do Morretes Convention & Visitors Bureau, Lourenço Malucelli, o retorno do turismo irá resgatar muitos empregos e empresas que estão à beira da falência.

Cerca de 50% da população local economicamente ativa depende direta ou indiretamente do setor de Turismo. Desde a suspensão das atividades em março, o município já registrou prejuízo de aproximadamente R$ 8 milhões. 

Por isso, o comprometimento de empresários e da população para retorno das atividades turísticas é forte. As empresas estão investindo em capacitação para que os protocolos de segurança e saúde sejam cumpridos à risca, visando o bem-estar de todos.

Ekôa Park: alia segurança e novas atrações

Após quatro meses fechado, o Ekôa Park voltou a receber o público no início de agosto. Para a segurança dos visitantes e colaboradores, é permitida a entrada de apenas 125 pessoas por dia, mediante agendamento. 

Localizado na maior área contínua remanescente de Mata Atlântica, o parque recebeu novas instalações artísticas e de entretenimento, com experiências imersivas, como trilhas guiadas, bolha humana e um pacote com acesso ilimitado ao circuito de atividades (arvorismo, tirolesa, túnel sensorial pela mata, rapel e voo cativo de balão).

A Oka Gastronomia agora tem pratos à la carte inspirados na natureza e cestas de piquenique para serem degustadas ao ar livre.

De acordo com a diretora do empreendimento, Tatiana Perim, as inovações foram implementadas para que as pessoas voltem a sentir os benefícios da natureza, mesmo durante a pandemia. No entanto, as medidas de segurança foram reforçadas para que as pessoas aproveitam o passeio.

Os turistas podem conhecer o espaço localizado no Km 18,5 da Estrada da Graciosa de sexta a domingo e nos feriados, das 9h às 17h.

Viagem de trem: um dos principais atrativos turísticos da região

 

A famosa viagem de trem que liga Curitiba à histórica cidade de Morretes também voltou a operar com 50% de sua capacidade. Considerado um dos passeios ferroviários mais bonitos do mudo, o trem da Serra Verde Express vem seguindo rígidos protocolos de segurança, como o distanciamento social, obrigatoriedade do uso de máscara e equipamentos de alta tecnologia para sanitização.

A desinfecção de toda a frota de carros está sendo feita com o FIP Onboard, equipamento de névoa seca com nanopartículas que cobre todas as superfícies, garantindo a proteção de contaminação por vírus e bactérias por até três dias.

Outra novidade é a utilização do Safe Check-in, totem de autoatendimento com leitor de temperatura, verificação do uso de máscara, dispensador de álcool gel e validador de ticket via QR Code.

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você