[ editar artigo]

Quer driblar a alta do dólar? Destinos que não são afetados pela moeda

Quer driblar a alta do dólar? Destinos que não são afetados pela moeda

Sejamos realistas, se dinheiro não fosse um problema para a maioria das pessoas, as viagens de lazer seriam mais corriqueiras. Alguns destinos podem resultar em um golpe doloroso em sua carteira. Porém, há lugares em que a alta do dólar não inviabiliza os planos de férias ou dias de folga no exterior. Por isso, confira alguns destinos espetaculares sem riscos para o seu bolso.

Romênia

Um país com histórias cativantes e belas paisagens, a Romênia é uma terra surpreendente. Do delta mais preservado da Europa ao maior museu ao livre, o país é repleto de tesouros naturais, arquitetônicos e artísticos.

Em uma pequena vila ao norte da Romênia, uma série de igrejas antigas foram esculpidas em madeira pelo povo de Maramures.  Entre elas estão as Igrejas da Moldávia classificada pela Unesco como Patrimônio Mundial. Săpânța-Peri é um mosteiro de 78 metros que eleva-se majestosamente aos céus - considerada a igreja de madeira mais alta do continente europeu.

Outra curiosidade sobre a Romênia é que ela possui a maior igreja gótica da Europa Oriental - entre Viena e Istambul. Parcialmente destruída pelo fogo em 1689, a Igreja Negra de Brasov recebeu esse nome devido às suas paredes escuras. Em seu interior, você pode admirar a maior coleção de tapetes orientais da região.

Atravessando o sul do país, o rio Danúbio forma um delta maravilhoso antes de correr para o Mar Negro. Além disso, ele é o lar de mais de 300 espécies de aves que vivem em seus canais e lagos.

Para quem quer entrar em conexão com a natureza, a Geleira Scarisoara pode ser vista sob as montanhas de Bihor e é a segunda maior massa de gelo subterrânea da Europa. Com um volume de 75 mil metros cúbicos, ela existe há mais de 3.500 anos. Já para quem curte cachoeiras, a Cachoeira Bigar, localizada nas Montanhas Anina são uma excelente opção para encher os olhos. Escondida nos Cárpatos da Romênia, as águas caem em pequenos riachos sobre rochas cobertas de musgos.

Se você adora arquiteturas coloridas, o Cemitério Merry, localizado na Vila Perla Sapanteana é uma criação do artista folclórico local Stan Ioan Patras. O local exibe cruzes pintadas adornadas em epitáfios satíricos, revelando a mensagem do falecido para o mundo dos vivos.

Essa atitude mais alegre em relação à morte vem dos dacianos, ancestrais romenos, que acreditavam que a morte era apenas uma passagem para uma vida melhor.

Charlottenburg, vila redonda no Oeste da Romênia, também é um marco incomparável da região de Banat. Ela foi construída no século XVIII pelos suábios, colonos alemães que se estabeleceram no país. 

O círculo perfeito de casas, estábulos e celeiros foi erguido simetricamente - todas as casas têm a mesma distância entre si e estão na mesma altura. Se você se interessou em conhecer esse rico país é bom saber que a moeda romena (leu romeno) equivale a 1,04 real. Ou seja, essa viagem não vai pesar muito no seu bolso!

Croácia

Apesar de fazer parte da União Europeia, a Croácia tem sua moeda local a kuna croata equivale em torno de R$ 0,67. Como o país entrou na moda de uns anos para cá, os preços subiram um pouco, mas ainda é uma viagem em conta.

Se você está procurando montanhas pitorescas para caminhar, praias incomparáveis para relaxar ou cenários dignos de cinema para suas selfies, esse é o destino perfeito.

A capital croata, Zagreb tem apelo cênico e muita cultura para consumir. As artes de rua e a gastronomia tornam a cidade perfeita para quem quer dar uma pausa no agito. O Museu de Relacionamentos Quebrados - uma exposição com curadoria de itens que sobraram de relacionamentos reais- deve fazer parte do seu roteiro. Também vale a pena conferir a comida de rua, além de saborosa é consideravelmente em conta.

Muitas companhias aéreas oferecem voos diretos para Zagreb, mas se você prefere curtir a paisagem terrestre, pode optar pela viagem de trem de cinco horas a partir de Split.

Split, a segunda maior cidade croata tem diversos pontos turísticos de tirar o fôlego! O Palácio de Diocletian (Patrimônio Mundial da Unesco) é o local das filmagens da famosa série “Game of Thrones” e  transporta você de volta ao tempo dos romanos. A cidade ainda conta com belas praias, como a Bacvice Beach, conhecida por suas discotecas e festivais.

Já a Ilha Brac é ideal para quem quer fugir dos caminhos mais frequentados. A 50 minutos de Split, as pequenas aldeias Bol são destinos ideais para a prática de windsurf. Além disso, Splitska, povoado com cerca de 400 habitantes oferece muita tranquilidade, enquanto que o centro da cidade medieval de Srip está cheio de histórias.

Dependendo do mês, a visita ao Parque Nacional Brijuni próximo à cidade portuária de Pula, na Ístria os custos são mais baixos. Vale a pena conferir a oportunidade de explorar as ruínas romanas, paisagens deslumbrantes e visitar os animais que habitam o local. Ah, os fãs do Jurassic Park vão adorar o fato de poderem ver pegadas reais de dinossauros! 

Uruguai

Um dos países da América do Sul que não pode faltar em seu itinerário é o Uruguai. As cidades uruguaias são fascinantes à medida que você explora os centros da era colonial, clubes de tango e uma grande variedade de marcos históricos e culturais.

Montevidéu, cidade portuária, é a capital e lar de quase metade da população uruguaia, ostentando uma rica história e uma mistura de monumentos ecléticos e atraentes. Bons exemplos são o Palácio Gótico (inspirado no Art Déco), as igrejas e mansões do século XVIII que adornam ruas de paralelepípedo em seu centro histórico.

Já o balneário de Punta del Este, localizado na costa atlântica do Sudoeste uruguaio é repleto de bares e clubes à beira-mar. No verão, você encontra diversas atividades ao ar livre.

Você também pode fazer uma curta viagem de barco pelo Rio de La Plata até a Colonia del Sacramento. O bairro que é protegido pela Unesco é ideal para quem quer visitar ruínas pós-coloniais e saborear uma deliciosa refeição.

Quem está a caminho da argentina pode dar um pulinho em Salto, situada a Noroeste do Uruguai. Você vai encontrar praças arborizadas, arquitetura do século XIX e poderá fazer belos passeios em meio a natureza. Se você quiser relaxar ainda mais, é possível pegar um ônibus local para as Termas del Dayman, localizadas ao sul da cidade.

Ao Nordeste da pequena cidade de La Paloma, o pequeno povoado da praia na costa leste de Cabo Polônio é um dos lugares mais remotos do Uruguai - famoso por abrigar sua segunda maior colônia de leões-marinhos.

Para chegar ao local, você precisa fazer uma caminhada de 7 km pelas dunas de areia da estrada principal ou fazer o trajeto com um jipe. Vale a pena o esforço, pois você pode passear na praia e saborear deliciosos coquetéis nos bares da região. E o melhor de tudo é que o real é muito valorizado no país. Hoje, ele está valendo em torno de 8,68 pesos uruguaios!

Colômbia

A Colômbia é um daqueles destinos que tem algo que agradará a maioria dos turistas, desde praias das costas do Caribe e Pacífico até a Cordilheira dos Andes e as florestas tropicais da Amazônia. Além disso, sua herança reflete a cultura de seus povos indígenas e dos espanhóis que começaram a se estabelecer na região no início do século XV.

Popayan, conhecida por Ciudad Blanca, tem vários edifícios brancos como giz. A cidade é famosa pela procissão que ocorre na Quinta-Feira Santa. Construída em 1546, a Iglesia de Ermita é uma das igrejas mais antigas e famosas da região. A tranquilidade e o charme de Popayan a tornam um bom lugar para relaxar.

San Andrés e o Arquipélago de Providencia são dois grupos de ilhas localizados mais perto da Nicarágua do que a Colômbia, no Caribe. San Andrés é a maior ilha e também a capital. 

A ilha de Providence foi inicialmente colonizada por puritanos ingleses, que usavam trabalho escravo em suas plantações e adotavam corsários. Praias de areia branca e palmeiras são as melhores características desse lugar.  As acomodações não são tão luxuosas quanto outras ilhas do Caribe, uma vez que os visitantes viajam em ônibus escolares antigos.

San Gil é uma antiga cidade colonial no nordeste da Colômbia. Fundada pelos espanhóis em 1689, foi nomeada capital do turismo da região em 2004. Essa designação homenageia, principalmente, as principais atividades ao ar livre, como mountain bike, rafting e caiaque.

Além disso, os turistas podem fazer um passeio pelo Parque La Libertad e pelo Plaza de Mercado de Paloquemao para experimentarem uma variedade de comidas típicas colombianas. Ah, já que o real equivale em média a 767,39 pesos colombianos, você pode encher as sacolas!

Porém, não esqueça de visitar a movimentada Cartagena. Encontre um tempinho para passear pela colorida cidade, com sua arquitetura colonial que inclui museus, palácios e igrejas. 

E aí, qual destino você considera o melhor para passar suas próximas férias?


 

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você