Agente de Valor
Agente de Valor
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Patagônia Chilena

Patagônia Chilena
Andressa Guiotto
nov. 4 - 5 min de leitura
000

Em setembro, a BWT à convite da Adventure Travel Trade Association (@adventuretravelassociation) e Sernatur Magalhães esteve presente no AdventureNEXT Patagonia - Magallanes, que aconteceu em Puerto Natales e no Parque Nacional de Torres del Paine com o objetivo de conhecer mais sobre o destino, quais as opções e novidades dos atrativos da região e buscar novos negócios. 

Os primeiros dias de evento foram direcionados exclusivamente para fazer passeios na região. Ao falar de Patagônia chilena, o principal atrativo que vem a cabeça são os circuitos W e O em Torres del Paine, mas é importante saber que existem diversas outras opções para todo tipo de passageiro. 

O principal aeroporto da região é o de Punta Arenas, porém durante a temporada de outubro a março, a Sky Airlines opera voos diários de Santiago a Puerto Natales. O primeiro hotel em que o grupo ficou hospedado foi no The Veat Hotel (@hoteltheveat), pequeno hotel e restaurante vegano no centro da cidade. O hotel possui 3 categorias de apartamentos e está bem localizado para as saídas dos tours e também para os principais restaurantes. O centro da cidade é bem tranquilo, com ofertas variadas de restaurantes e é possível fazer tudo a pé. 

No primeiro dia, fomos para o Monumento Nacional “Cueva del Milodon”, que está a 20 minutos do hotel. Pela manhã realizamos um tour em e-bike em uma propriedade privada, nas proximidades do Cerro Queso, ao lado da Lagoa Sofia. O percurso leva cerca de 4 horas e pode ser considerado de dificuldade intermediária. Na parte da tarde, fizemos hiking até Cueva Grande e durante o caminho fomos apresentados a fauna e flora ali presente. 

No segundo dia, fomos conhecer o Parque Bahia Esperanza (@parquebahiaesperanza). Para chegar lá levamos 15 minutos do nosso hotel até o porto e depois 30 minutos em embarcação pelo Canal Señoret para chegar até ao parque. O parque possui estrutura de hospedagem, restaurante e trilhas. São ao todo 7 trilhas de dificuldade baixas e médias, que podem ser realizadas em hiking/trekking, em e-bike e a cavalo. Ao longo das trilhas é possível conhecer mais da natureza da Patagônia e também da história da primeira expedição que chegou ao estreito de Magalhães. 

O terceiro dia foi de escalada no Cerro Benitez - Lagoa Sofia, que está a 30 minutos do centro de Puerto Natales. A atividade é de dificuldade média e alta, porém não requer experiência prévia. A região possui aproximadamente 100 rotas possíveis e as escaladas vão de 8 até 30 metros de altura. 

O quarto dia foi na Estância Cerro Guido(@estancia.cerroguido), localizado a 100 km de Puerto Natales. A principal experiência na estância é o “Safari de Conservação”, onde em veículos 4x4 os guias fazem um tour pela fazenda apresentando a história e cultura do lugar e também os animais que vivem ali, principalmente sobre o puma, que é a maior atração da região. Com sorte e ajuda dos profissionais durante o tour pudemos observar duas pumas, mãe e filha. A estância conta também com hotel e restaurante próprios. 

 O penúltimo dia foi no Cerro Dorotea, que marca a fronteira entre Chile e Argentina. Um hike de dificuldade moderada até o topo do monte, lá de cima é se tem uma incrível vista panorâmica de Puerto Natales e do Fiorde Última Esperanza. Em seguida, fomos ao evento "Chapuzón", que marca o início da temporada 2022/2023.

O último tour foi no famoso Parque Nacional Torres del Paine (site oficial), começamos em direção ao lago Pehoé, com uma vista incrível das torres, em seguida saímos em direção a Salto Grande, no primeiro mirante é possível ver a queda d’água que nasce no lago Nordenskjöld e se mistura com o lago Pehoé. Nesse tour todas as trilhas são de nível moderado e a mais longa dura cerca de 2 horas, para chegar no famoso lago Nordenskjöld, onde se tem uma das vistas mais bonitas do parque. Por fim, a última parada foi na Lagoa Amarga, para tirar a famosa foto das torres refletidas no lago. 

A última hospedagem foi dentro do próprio Parque Nacional, no Hotel Rio Serrano (@rioserranohotelspa) . Excelente hotel, com quartos amplos e vista para as montanhas, tarifas com opção de café da manhã ou tudo incluído. Com áreas amplas de restaurante e salões, o hotel é perfeito para eventos e grupos. No individual atende bem para quem quer uma experiência em meio à natureza e para fazer tours dentro do parque.

Com a opção de roteiro acima, é possível perceber que a Patagônia é para diversos tipos de público, as atividades podem ser revezadas entre trilhas mais leves ou mais pesadas, tours de apreciação ou apenas relaxar no spa do hotel.

A BWT pode te ajudar a montar esse roteiro e muitos outros para seu passageiro. Entre em contato com nossos consultores!



Denunciar publicação
    000

    Indicados para você