Agente de Valor
Agente de Valor
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Overtourism: 8 dicas para evitar lotações e contribuir para um turismo mais sustentável

Overtourism: 8 dicas para evitar lotações e contribuir para um turismo mais sustentável
Matheus Valente
jan. 8 - 3 min de leitura
020


Nos últimos anos, o turismo global tem experimentado um fenômeno crescente e desafiador: o overtourism, ou turismo excessivo. À medida que destinos populares se tornam superlotados, agentes de viagem enfrentam o desafio de manter a satisfação dos clientes sem deixar de lado questões relacionadas à sustentabilidade e impacto ambiental. Neste artigo, exploraremos 10 dicas essenciais para você driblar o overtourism e garantir experiências inesquecíveis para seus clientes.


1. Diversificação de destinos:

Uma abordagem eficaz para driblar o overtourism é promover destinos menos conhecidos. Incentive seus clientes a explorar lugares autênticos, fora das rotas tradicionais. Apresente opções fascinantes e pouco exploradas, destacando suas belezas naturais, culturais e  históricas.


2. Conscientização sustentável:

Eduque seus clientes sobre os impactos do overtourism e promova práticas de viagem sustentáveis. Incentive o respeito pelo meio ambiente e pelas comunidades locais, destacando a importância de preservar a identidade cultural e a integridade dos destinos.


3. Temporada fora do pico:

Promova viagens fora da alta temporada para reduzir a pressão sobre os destinos mais populares. Sem multidões, os clientes pode ter viagens mais tranquilas, explorar os locais com calma, além de desfrutar de preços reduzidos e experiências mais autênticas.


4. Roteiros personalizados:

Ofereça serviços adaptados aos interesses individuais dos clientes. Além de evitar aglomerações em locais mais badalados, gera experiências únicas e verdadeiramente originais aos viajantes.


5. Limitação de grupos:

Ao organizar excursões, evite grupos muito grandes que possam sobrecarregar os destinos. Opte por grupos menores, proporcionando uma experiência mais intimista e minimizando o impacto ambiental e cultural.


6. Promoção da responsabilidade social:

Destaque empresas e destinos que adotam práticas responsáveis socialmente. Isso não apenas atrai clientes conscientes, como incentiva outros a seguir o mesmo caminho na busca por um turismo mais sustentável.


7. Educação contínua:

Mantenha-se atualizado(a) sobre as questões do overtourism e compartilhe informações relevantes com seus clientes. A educação contínua ajuda a conscientizar os viajantes sobre os desafios enfrentados pelos destinos turísticos e a importância de viajar de maneira responsável.


8. Promoção do turismo de base comunitária:

Incentive experiências que beneficiem diretamente as populações do destino visitado. O turismo de base comunitária envolve os moradores na oferta de serviços, garantindo que o impacto econômico seja distribuído de maneira mais igualitária.


Conclusão:

Segundo dados do Ministério do Turismo, o mercado doméstico deverá crescer 11,5% em 2023 em comparação com o ano anterior. Entre janeiro e agosto, os meios de hospedagem avançaram 9,8%, houve o movimento de 8,2 milhões de passageiros, com receitas em torno de R$ 3,9 bilhões, alta de 17,2% em comparação com 2022.

Diante desses números, o overtourism se tornou um desafio ainda maior. Mas você, agente, tem uma oportunidade única de liderar mudanças positivas. Ao adotar práticas sustentáveis, promover destinos menos explorados e educar os clientes, você ajudará a reduzir os impactos socioambientais do overtourism, contribuir para um turismo mais ético e responsável, além de manter seus clientes satisfeitos enquanto preservam a beleza e a autenticidade dos destinos ao redor do mundo.


Denunciar publicação
    020

    Indicados para você