[ editar artigo]

Oportunidades para agências de viagem: a perspectiva de um agente de valor

Oportunidades para agências de viagem: a perspectiva de um agente de valor

As agências de viagem geralmente se envolvem no planejamento estratégico como forma de obter vantagem competitiva diante de um mundo cada vez mais incerto, dinâmico e complexo. Porém, em um período delicado como este, todo mundo está  se perguntando “Como serão as viagens depois dos picos de coronavírus?”, “Alguém pensa em viajar?”

De acordo com  uma pesquisa realizada pela LuggageHero, os planos de viagem continuam. Mais da metade dos respondentes (58%) disseram que esperam viajar até setembro de 2020 – desde que seus destinos não estejam em quarentena. 25% dos participantes tentarão evitar grandes cidades e o transporte público e 21% optarão por viagens domésticas por estarem mais próximas da segurança do lar. Ainda de acordo com a pesquisa, as viagens tradicionais de férias podem ser substituídas por viagens de final de semana. Para Jannik Lawaetz, CEO da LuggageHero, a demanda voltará mais forte do que nunca quando essa situação acabar. 

Como incentivar a viagem de clientes que não definiram a data das férias

 

Embora a quarentena ainda não tenha data para acabar, as companhias aéreas, agências e hotéis já começam a planejar viagens, com pacotes para o segundo semestre.

Um ponto a ser analisado é o calendário escolar. Para quem tem filhos em idade escolar, provavelmente, as férias poderão ser em outra data. Com tantas incertezas, as pessoas estão escolhendo passagens e hospedagens que garantam o direito a remarcação ou reembolso gratuito.

Pensando nisso, muitas operadoras pretendem vender a partir de maio pacotes para o período pós-pandemia, com opções mais flexíveis de troca e cancelamento.

Também há empresas que estão testando um novo tipo de pacote que funciona com créditos para uma viagem de quatro a sete dias – a pessoa compra a passagem agora e decide depois a data do passeio.

Oferta de pacotes e promoções

O coronavírus trouxe incertezas tanto para as agências de viagem quanto para os turistas. As empresas do setor de turismo estão com receio de trabalhar e os clientes têm medo de fazer reservas. No entanto, em um momento como esse, é hora de pensar em flexibilidade, tanto por parte do consumidor quanto do fornecedor de serviços.

Como falamos, as empresas do setor de turismo estão tendo que se adaptar e oferecer opções que deixem os clientes seguros. Além disso, é imprescindível que os agentes estejam bem informados sobre todos os pacotes de viagem. Um bom exemplo disto é a BWT Operadora, que fez um planejamento sobre os destinos ofertados para o período pós-coronavírus.  Além dos descontos que variam de 10% a 30%, a operadora traz todas as informações necessárias, como passagem aérea, transfers, tours, definição de alteração de datas da viagem contratada, reembolso, cancelamento e crédito para viagem futura.

Agentes de valor online

 

Investir no relacionamento com o público deve fazer parte do planejamento estratégico de todo negócio, e neste momento de isolamento deve ser ainda mais priorizado. Por isso, ter um canal de relacionamento com consumidores bem estruturado é fundamental para as agências de viagem que desejam ter clientes fiéis e que promovam seus valores.

As pessoas estão cada vez mais dispostas a fazer comentários sobre um destino, uma viagem ou sobre o atendimento e, com as redes sociais na palma da mão, um cliente satisfeito ou insatisfeito pode fazer isso com muita facilidade e rapidez. Por isso, é tão importante estar atento ao que é dito por lá e desenvolver um canal proativo.

Hoje, é uma ótima estratégia criar grupos para conversar com seus clientes. Quem não gosta de se sentir especial? Ter vantagens e benefícios exclusivos? Todo mundo gosta. Por exemplo, você pode estudar as preferências dos seus consumidores e criar grupos de acordo com suas preferências.

Que tal criar grupos no Facebook, Instagram, WhatsApp e Comunidades com conteúdos personalizados sobre destinos, dicas de viagem, promoções e notícias do setor? Você pode fazer lives e tirar todas as dúvidas dos seus clientes. Essa é uma excelente forma de fortalecer o relacionamento, principalmente, neste período de instabilidade. Além de serem um excelente canal de contato com clientes, as redes sociais facilitam a divulgação de conteúdos da empresa e podem ser também uma fonte sem fim de insights para melhorar e agregar valor  aos serviços. 

Há várias estratégias que podem ser usadas nas redes sociais. Além da criação dos grupos, o agente pode produzir conteúdos sobre os destinos turísticos! Por exemplo, falar sobre como o turista pode escolher seu próximo itinerário.

É interessante fazer com que o público pense nos próximos passos sobre a viagem e espere por mais novidades nas plataformas. Que tal começar a interação com um simples questionamento do tipo “Quem gostaria de ir para tal destino com ofertas exclusivas”? Conforme as respostas vão surgindo, você pode ir lançando outras informações a respeito do itinerário.

Dessa forma, a agência de turismo pode trabalhar com a oferta de seus pacotes, fomentando o interesse do cliente e aumentando suas vendas.

Enfim, em fase de isolamento, ou não, será sempre importante manter um canal de relacionamento com o público e utilizar as redes sociais como ferramentas estratégicas.

Mesmo com o cenário incerto, as agências de viagem podem começar a planejar suas vendas para o segundo semestre, pois o turismo representa um dos principais condutores sustentáveis da economia.

Agente de Valor
Ler matéria completa
Indicados para você