[ editar artigo]

Onde encontrar os murais do Kobra em Nova York?

Onde encontrar os murais do Kobra em Nova York?

Como o objetivo do Agente de Valor é dividir  experiências e conhecimentos adquiridos através das viagens, venho compartilhar minhas andanças pelas ruas de New York atrás do artista brasileiro Eduardo Kobra.

Sempre fui apaixonada por arte de rua e para quem também curte, New York é com certeza um dos maiores museus a céu aberto do mundo para contemplar a conhecida Street Art. Em NYC você encontra artistas do mundo todo, mas o estilo e as cores do artista brasileiro Eduardo Kobra são facilmente reconhecidos em suas obras e uma das cidades do exterior com mais murais do Kobra é Nova York, berço da arte de rua – inclusive ele foi eleito a personalidade do ano de 2018 pelo guia cultural Time Out. 

Com seus grafites coloridíssimos, ele vem não só deixando espaços urbanos mais bonitos, mas também propondo reflexões sobre temas importantes da atualidade, como imigração, desarmamento, tolerância e política.

Onde encontrar algumas de suas artes?
 

Black or White

É um dos murais mais recentes do Kobra na cidade e uma homenagem a Michael Jackson. A arte mescla duas fases da vida do cantor: jovem e negro e mais velho e branco. A ideia é gerar uma reflexão sobre discriminação racial e sobre como o bullying pode perturbar as pessoas e interferir na vida em sociedade. Fica no East Village, região da contracultura novaiorquina.
Endereço: 180 1st Avenue

Tolerância

Dois nomes que são símbolos da paz mundial, Madre Teresa e Gandhi, estão frente a frente no mural, mostrando que religiões diferentes não devem ser uma barreira, mas sim uma ponte e um convite ao diálogo, já que todas têm os mesmos objetivos. A arte pode ser vista do alto do High Line.
Endereço: 130 10th Ave

Cores pela liberdade

O monumento mais famoso dos Estados Unidos, a Estátua da Liberdade, em uma releitura cheia de cores e com um adereço diferente: um chapéu mexicano. É uma forma de simbolizar o que a estátua (figura feminina da deusa romana Libertas) propõe, que é a liberdade e o acolhimento dos imigrantes que chegam de outros países. Fica no Soho.
Endereço: 519 Broome St

The Braves of 9/11

Mais que uma homenagem aos quase três mil mortos na tragédia de 11 de setembro de 2001, é também uma forma de enaltecer a coragem d os que trabalharam no resgate das vítimas da queda das Torres Gêmeas. A imagem é uma releitura de uma fotografia de Matthew Mandermontt. No capacete, o número 343 se refere aos bombeiros mortos; as estrelas representam todas as vidas que se foram; e as cores passam a mensagem de reconstrução da vida.
Endereço: 780 3rd Ave

Genial é andar de bike

A foto do cientista Albert Einstein pedalando em Santa Barbara, nos Estados Unidos, em 1933, se tornou uma das mais conhecidas dele e ganhou uma releitura de Kobra. Havia uma também na Rua Oscar Freire, em São Paulo, que foi apagada. Na placa da bicicleta, uma nova versão para a Teoria da Relatividade: Paz = Amor ao quadrado. Fica em Midtown East.
Endereço: 171 E 48th St

Amalgamados

Os mexicanos Frida Kahlo e Diego Rivera estão juntos na imagem, uma pintura conjunta do casal de artistas que viveu uma história de amor intensa e complexa. Kobra é autodidata e diz ter aprendido muito no início da carreira com os métodos de Rivera. Fica no Brooklyn.
Endereço: 360 Prospect Pl

We Love NY

Mais um retrato do cientista Albert Einstein (que é alemão e depois foi reconhecido como cidadão norte-americano), desta vez como um grafiteiro que usa uma lata de spray para declarar seu amor a Nova York. O coração tem o estilo de Keith Haring, um dos principais nomes da street art que atuou bastante na cidade na década de 80. Fica no bairro do Chelsea.
Endereço: 212 8th Ave

Clube 27

Cinco grandes nomes da música e uma trágica coincidência: todos morreram aos 27 anos em decorrência do consumo abusivo e álcool e/ou drogas. Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison, Kurt Cobain e Amy Winehouse. É uma releitura de um mural feito por ele no bairro de Pinheiros, em São Paulo. Em Nova York ele escolheu o Lower East Side, região de intensa vida noturna.
Endereço: 36 Rivington St

Ellis

A pintura é o retrato de cinco imigrantes reais que chegaram a Nova York cerca de 100 anos atrás e passaram pela Ellis Island, ponto principal da entrada de estrangeiros que iam para o país. Fica na fachada de uma escola pública em West Village.
Endereço: 16 Clarkson St

Mount Rushmore

Aludir ao Mount Rushmore é lembrar dos valores desses quatro presidentes americanos, tão profundamente ligados aos ideais de liberdade, democracia, igualdade e paz. Ao colocar em seus lugares quatro artistas pelos quais tenho grande admiração, empresto suas memórias, lembrando das obras de arte que eles fizeram e que tanto colocaram o mundo para refletir. Andy Warhol, Frida Kahlo, Keith Haring e Jean-Michel Basquiat. 
 Endereço: 210 10th Ave (10th Ave e 22nd St)

War Is Hell

Um mural novo feito como um manifesto contra os conflitos que acontecem pelo mundo. A ideia de Kobra é plantar a semente da paz e, para isso, escolheu um dos ícones da música, Elvis Presley (que serviu ao exército americano), com trajes militares e a frase ‘War is Hell’ no seu capacete, o que era algo comum entre os soldados na época da Guerra do Vietnã. Fica no bairro Williamsburg, no Brooklyn
Endereço: 219 Bedford Ave

Stop Guns

Um menino se fotografando com uma arma em punho foi criada pelo artista como uma forma de defender o desarmamento e a paz, além de ser um reflexo das tragédias ocorridas nos Estados Unidos pelo uso de armas de fogo, muitas delas com vítimas inocentes, como crianças nos massacres em escolas. Fica no bairro de Lower East Side.
Endereço: 231 Eldridge St

PEACE – Midtown

Neste mural, Kobra representou o artista pop Roy Lichtenstein, famoso por suas obras inspiradas em histórias em quadrinhos. O mural mistura o estilo utilizado pelo brasileiro com elementos do Pop Art e um apelo de paz, que faz referência a uma das obras de Lichtenstein, Peace Through Chemistry.
Endereço: 225 E 44th Street, New York.


Fight for Street Art

Essa é uma homenagem a dois artistas americanos, Andy Warhol e Jean-Michel Basquiat que são representados vestindo luvas de boxe em menção a um famoso cartaz de 1985. Basquiat, uma das maiores influências de Kobra, é uma grande referência para a Street Art e Andy Warhol, uma das mais importantes figuras do movimento pop art.
Endereço: 147 Bedford Avenue, Brooklyn.


"O Beijo" 2012 a 2016 

Para esse grande painel, mantendo sua máquina do tempo na Times Square de 1945, Kobra recuperou a mais conhecida das imagens da comemoração da vitória dos Estados Unidos sobre o Japão na Segunda Guerra Mundial, o arrebatador beijo do marinheiro George Mendonsa e da enfermeira Greta Friedman, e adicionou uma explosão de cores à icônica fotografia de Alfred Eisenstaedt. Instantaneamente, a capital do mundo ganhou uma nova atração turística: visitantes passaram a se aglomerar no High Line para clicar o Beijo, Também foi apontada como um dos 10 pontos mais fotografados em selfies em Nova York.


Fotos: Reprodução/Facebook Eduardo Kobra
 

Agente de Valor
Caroline Souza
Caroline Souza Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você