[ editar artigo]

O que os viajantes precisam saber sobre seguro viagem em 2021

O que os viajantes precisam saber sobre seguro viagem em 2021

A pandemia trouxe muitas transformações para o setor de Turismo, e uma delas foi no segmento de seguros de viagens. Agora, o foco é nos serviços mais centrados no cliente, políticas abrangentes e flexibilidade.

Separamos algumas mudanças no seguro viagem que você pode esperar em 2021.

Saiba por que contratar um seguro viagem

Pode-se dizer que o seguro viagem é uma "rede de proteção" para os viajantes. Mesmo não sendo uma exigência legal, ele o protegerá se algo der errado, cobrindo custos com eventos imprevisíveis: bagagens extraviadas, emergências médicas, atrasos ou cancelamentos de voos etc.

Existem diversos tipos de seguro viagem no mercado, como uma apólice de seguro viagem única, planos anuais de várias viagens, apólices para para viagens como mochilão/trekking ou para viagens focadas nos esportes de aventura, como esqui ou snowboard.

Também existem contratos personalizados que oferecem cobertura mais adequada para viagens em família/grupo, ou para quem tem mais de 65 anos. Vale a pena pesquisar as opções para que você possa escolher o seguro viagem que melhor corresponda aos seus planos.

No entanto, a pandemia trouxe um questionamento aos viajantes: como o seguro  viagem cobre a Covid-19?

Cobertura contra a Covid-19

Os seguros que passaram a incluir a Covid-19 estão cobrindo as viagens do dia seguinte ao pagamento da apólice até a volta para casa. Se neste período você ficar doente ou um médico determinar que você não pode viajar (devido ao vírus ou a outra doença), os benefícios do cancelamento e da interrupção de viagem passam a valer.

Mas se você contratou um seguro viagem antes da pandemia (sua apólice já estava em vigor), e só reservou sua viagem após o coronavírus se tornar um evento conhecido, provavelmente não terá cobertura. Por isso, você deve se informar pelo site da instituição, ler os documentos da apólice ou sanar suas dúvidas pelo canal de atendimento ao cliente.

E se eu não puder viajar devido às restrições ocasionadas pela Covid-19  para determinado destino?

Se você não pode viajar devido às restrições de viagem provocadas pela pandemia, mas havia comprado um seguro viagem antes que se tornasse um evento conhecido, poderá cancelar seu contrato. Porém, você deve verificar com sua seguradora se há datas limites para indenizações ou regras específicas, como reembolsos proporcionais.

Além disso, o cancelamento da apólice pode ser realizado se ainda não tiver pedido ressarcimento. Se houver indenizações pendentes de viagens canceladas devido ao novo coronavírus, elas serão anuladas caso ocorra cancelamento da apólice.

A apólice de seguro pode ser cancelada até 14 dias após a contratação. Uma vez cancelada, não será possível pedir qualquer reembolso.

Flexibilidade e informação

Hoje, muitas seguradoras de viagens desejam ser o mais transparentes possível e permitir que seus clientes saibam exatamente o que suas apólices cobrem, para que não haja confusão sobre os sinistros (ocorrência de algum evento caracterizado como "risco" coberto durante o período de vigência do seguro).

Escolha uma empresa que esteja disposta a lhe dar um voucher ou que estenderá as datas de sua viagem na apólice. Flexibilidade se tornou a peça-chave para uma boa viagem!

Dica bônus: se você não tem certeza de qual é o melhor plano para você, um agente de viagens pode ser um grande recurso para ajudá-lo a determinar os melhores benefícios para proteger o seu investimento em viagens.

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você