[ editar artigo]

Nova aérea portuguesa mostra interesse no mercado brasileiro

Na manhã dessa segunda-feira (21), o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, esteve em reunião com fundador e presidente do Conselho de Administração da EuroAtlantic Airways, Tomaz Metello, uma possível nova aérea a voar ao Brasil.

A reunião foi realizada na sede da empresa em Lisboa e teve como objetivo debater o aumento da conectividade aérea entre as duas nações.

De acordo com o presidente da Embratur, o representante da nova aérea demonstrou bastante interesse em voltar a voar para o Brasil. Tomaz Metello informou que a companhia aérea chegou a operar Lisboa-Maceió. Segundo ele o Brasil precisa de desburocratizar para melhor atrair empresas internacionais e, consequentemente, atrair mais visitantes e recursos para o país.

“É importante que sejam estabelecidas parcerias com outras companhias aéreas. A TAP, por exemplo, utiliza aeronaves da EuroAtlantic Airways para operar Lisboa-Caracas duas vezes por semana”, informou o presidente Tomaz Metello.

Gilson Machado Neto informou ao fundador da companhia que o aeroporto de Maceió passou por uma reclassificação e vai passar a receber aviões maiores, que vêm de países mais distantes.

“Um dos principais trabalhamos que temos feito, é conversar com representantes de empresas nacionais e internacionais para aumentar o fluxo aéreo para o Brasil. A mudança de categoria do aeroporto Zumbi dos Palmares, em Alagoas, também esteve nas tratativas que tivemos no estado”, disse o presidente.

Para Tomaz Metello, a EuroAtlantic pode ajudar a melhorar o tráfego de aviões no Brasil. Já que basta a agência reguladora responsável pela aviação civil autorize empresas aéreas nacionais a buscarem capacidade extra com a companhia. E ainda, que haja no Brasil uma legislação temporal, ou seja para abertura de contratação de empresas do exterior, por um período de tempo (6 meses, por exemplo).

Turismo de Portugal como inspiração

Durante o encontro, presidente do instituto, Gilson Machadom apresentou as novas ações desenvolvidas para atrair mais turistas internacionais para o Brasil.

Um dos destaques elogiados pelos representantes da companhia aérea foi a isenção de vistos para australianos, canadenses, norte-americanos e japoneses. “A ideia da liberação dos vistos é uma jogada fantástica do governo brasileiro, pois tira barreiras para a locomoção de turistas pelo mundo”, afirmou Tomaz Metello.

Vale destacar que na semana passada, a Embratur se reuniu com o presidente do Turismo de Portugal, Luiz Araújo. Na ocasião, as autoridades discutiram sobre o modelo de gestão do turismo dos países e a importância de captar o turista estrangeiro.

O presidente da Embratur, Gilson Machado destacou o trabalho sendo realizado pelo Turismo de Portugal, e colocou o modelo como um ação a ser seguida também no Brasil.

Agente de Valor
Ler matéria completa
Indicados para você