Agente de Valor
Agente de Valor
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Minha primeira viagem sozinha.Um sonho realizado!!

Minha primeira viagem sozinha.Um sonho realizado!!
Clara Direnzinsky de Carvalho
fev. 10 - 3 min de leitura
030

Minha 1º Viagem Sozinha: Aventura no Aeroporto de Tel Aviv .Em 2013, embarquei sozinha pela primeira vez para Israel, inicialmente seria uma jornada solitária. O itinerário não parecia tão complexo: sair do Rio de Janeiro, fazer uma conexão em Roma e finalmente aterrissar no Aeroporto de Tel Aviv. O motivo da viagem? Reencontrar meus três irmãos que haviam partido para Israel há mais de 30 anos. Além disso, eu conheceria suas famílias, esposas e filhos. A expectativa era enorme, e eu estava emocionada com a ideia de finalmente poder abraçá-los. No Aeroporto do Rio de Janeiro, enquanto esperava pelo vôo, considerei tomar um remédio para dormir. Afinal, muitas horas de vôo não é brincadeira. Mas algo dentro de mim disse: “Não! Quero ver o pôr do sol, as nuvens lá no alto, o amanhecer. Quando terei essa experiência novamente? ” Depois de um longo vôo, o avião finalmente pousou em Israel. Todos os passageiros aplaudiram como se estivessem vendo fogos de artifício no céu. Afinal, era muita expectativa acumulada. Estávamos todos emocionados por finalmente chegarmos à Terra Santa. Mas a verdadeira aventura começou quando desci do avião e adentrei o saguão do Aeroporto de Tel Aviv. Olhares curiosos se voltaram para mim, e eu me senti como uma celebridade (ou talvez uma suspeita). Foi quando os seguranças se aproximaram de mim. Me conduzindo até uma sala e ali começou o interrogatório. A tensão no ar era palpável. Nenhum sorriso ou carisma brasileiro seria capaz de aliviar o clima naquele momento. Começaram a falar comigo em várias línguas. Primeiro, tentaram o hebraico. Eu balbuciei algumas palavras em português, sem que eles compreendessem. Em seguida, passaram para o inglês, mas o meu nível nesse idioma era “the book on the table”. Os seguranças se entreolharam, claramente tentando saber como se comunicar comigo. Decidiram tentar o espanhol. Eu, que mal sabia pedir um café em espanhol, comecei a misturar o português com espanhol. Passado algum tempo, tudo resolvido. Fui liberada,  mas o susto foi grande! Mas pelo menos eu agora, falando sobre Israel como destino, é um país incrivelmente diversificado e rico em cultura e história. As praias são lindas, as paisagens são fantásticas, a comida diferente de tudo que já experimentei. A história do país é longa e muito significativa para mim, o que o torna um destino fascinante. Além disso, a mistura única de culturas torna a experiência ainda mais enriquecedora. No entanto, como em qualquer viagem, existem alguns contras. A tensão política pode ser sentida, especialmente em áreas de conflito. Além disso, a barreira do idioma pode ser um desafio, como eu mesma experimentei no aeroporto. Mas, apesar desses desafios, acredito que a beleza e a riqueza cultural de Israel superam essas dificuldades. E, claro, a oportunidade de reencontrar meus irmãos tornou essa viagem ainda mais inesquecivel.


Denunciar publicação
    030

    Indicados para você