[ editar artigo]

Low cost JetSmart, do Chile, pede autorização para voar no Brasil

A companhia aérea de baixo custo JetSmart é mais uma low cost a pedir autorização para operar no Brasil.

A empresa chilena, de propriedade do fundo norte-americano Indigo Partners, deu entrada, na última semana, na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) no processo para voar no país.

Em comunicado, a Anac afirma que a empresa pretende iniciar os serviços aéreos com saída da Argentina e Chile para o Brasil. As cidades ainda náo foram reveladas, assim como o voo inaugural.

Além da JetSmart, outras empresas vieram para o país desde a desregulação da franquia de bagagem. As companhias Norwegian Air, Sky Airline já têm voos regulares e a Flybondi iniciará a partir de outubro.

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você