[ editar artigo]

Gramado: reabertura gradual de hotéis, parques e museus

Gramado: reabertura gradual de hotéis, parques e museus

Na última quarta-feira (6), o prefeito de Gramado, Fedoca Bertolucci, assinou um decreto n°090/2020 permitindo a reabertura de hotéis, parques turísticos e museus. Os espaços terão que respeitar uma série de exigências para o funcionamento.

O documento ratifica o uso obrigatório de máscaras de proteção facial para todas as pessoas que circularem em espaços públicos e também no comércio local. A medida busca atender a reivindicação da classe hoteleira, sem se descuidar das ações preventivas.

A reabertura  será parcial, pois os hotéis precisam de tempo para chamarem as suas equipes e para cuidarem da higienização dos locais. Além disso, será proibido café em salão e as refeições serão somente à la carte, como já prevê o decreto que regulamenta o setor da gastronomia.

Outro fator que contribuiu para a reabertura do setor foi a volta do segmento alimentício na segunda quinzena de abril. A ação não alterou o número de casos suspeitos do novo coronavírus, pois todos estão seguindo à risca as medidas preventivas.

Já os parques e museus poderão retomar suas atividades com até 50% da capacidade de lotação definida no alvará de Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndios (PPCI). O distanciamento interpessoal deverá ser de dois metros – e para ingresso do público aos estabelecimentos deverão ser organizadas filas com separação mínima de 1,5 metro entre uma pessoa e outra.

Um caso bem-sucedido em meio à pandemia

 

O principal destino da Serra Gaúcha é um caso bem-sucedido das medidas de distanciamento social desde que a pandemia do novo coronavírus se espalhou pelo Rio Grande do Sul. De acordo com o balanço divulgado pela prefeitura, até o momento, o município não registrou nenhum caso confirmado da COVID-19 e descartou um óbito considerado suspeito. Das 35 pessoas testadas, 31 tiveram resultado negativo e dois casos seguem em análise.

Além disso, Gramado é uma das cidades que mais sofrem com as medidas de isolamento porque trabalha com visitantes – 86% da economia local gira em torno do segmento turístico. A cidade tem 36 mil habitantes e emprega mais de 11,5 mil pessoas de fora do município. 

Para compensar a queda do comércio durante a Páscoa, a cidade está buscando uma compensação para os produtores em outros eventos ao longo do segundo semestre do ano, como o Festival da Colônia, o Festival da Gastronomia, o Festival de Cinema e o Natal Luz.

O setor quer retomar o quanto antes, mas sempre com responsabilidade. Os decretos em Gramado foram rigorosos e resultaram em um número baixo de contaminações. Por isso, a reabertura gradual do setor visa mitigar os prejuízos causados durante o período de isolamento total.

Agente de Valor
Ler matéria completa
Indicados para você