[ editar artigo]

Feriado da Independência movimentou praias brasileiras

Feriado da Independência movimentou praias brasileiras

O fim de semana prolongado devido ao feriado do Dia da Independência foi de praias cheias pelo Brasil. Mesmo com restrições e limitações impostas por governos estaduais e prefeituras para conter a disseminação do coronavírus, os turistas aproveitaram os espaços de lazer.

No Rio de Janeiro, muitas pessoas foram às praias de Ipanema e Leblon. Conforme decreto publicado em 31 de julho, estão liberados a circulação de ambulantes e o banho de mar individual. No entanto, o banho de sol segue proibido. Em nota divulgada no dia 6 de setembro, a prefeitura do Rio pediu que a população seguisse as regras do plano de flexibilização, lembrando das consequências com o desrespeito.

Neste fim de semana, o movimento de turistas em Porto de Galinhas (PE) superou a média da alta temporada. Segundo dados da Secretaria de Turismo local, durante o feriado da Independência, foram contabilizados 90 mil turistas.

Já as praias do Recife ficaram lotadas, principalmente, por ser o primeiro feriado após a retomada do comércio litorâneo. As regras foram flexibilizadas em um decreto municipal publicado em 31 de agosto, que permite a circulação nas praias, desde que com a utilização de máscaras e respeitando o distanciamento social. 

O final de semana prolongado também foi agitado no litoral paulista. Muitos banhistas visitaram a  Praia Grande, Ubatuba (no litoral norte) e Santos. No entanto, muitos turistas desrespeitaram os protocolos de saúde e segurança.

No Rio Grande do Sul, o movimento nas faixas de areia foi moderado. Embora 55 mil veículos tenham passado pela praça de pedágio de Santo Antônio da Patrulha entre sexta (4) e sábado (5), o frio espantou os banhistas.

O litoral paranaense também registou um número alto de turistas. Por exemplo, em Matinhos, um novo decreto publicado no dia 31 de agosto, prevê a reabertura gradual do comércio e utilização da praia, mas com restrições. Também estão liberadas atividades desportivas individuais, tanto na água quanto na areia. Além disso, ambulantes devem utilizar máscaras, disponibilizar álcool em gel e ficam encarregados de orientar os clientes a não realizar nenhum tipo de aglomeração.

Já o Balneário de Pontal do Paraná não teve restrições de acesso no feriado prolongado. No entanto, festas e funcionamento de casas noturnas estão proibidos. Também é importante salientar que há o toque de recolher, da meia-noite às 5h da manhã.

Devido ao Decreto 23.523, Guaratuba manteve a faixa de areia, as praças e o calçadão da cidade totalmente fechados. Porém, foram autorizados a funcionar,  com algumas restrições de horário e ocupação, os hotéis, pousadas, supermercados, bares, lanchonetes, restaurantes e farmácias.

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você