[ editar artigo]

Feiras e eventos: encontros ajudam a movimentar o mercado

Feiras e eventos: encontros ajudam a movimentar o mercado

É sabido que feiras e eventos diversos ajudam a tornar o turismo uma das principais atividades economicas, sendo responsável por 10,4% do PIB mundial, de acordo com o Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC). Mas e quando as feiras e eventos são do turismo para o turismo? Quão importante é promover esse tipo de atividade e como continuar atraindo um público cada vez maior?

Entre tantas opções de eventos do trade turístico no Brasil, destaca-se a WTM Latin America que em sua última edição, em abril, contou com 19.432 visitantes e 600 expositores de 50 nacionalidades. Sem dúvida alguma, a WTM é um bom exemplo do sucesso das feiras e do crescimento das mesmas.

Entre os indicadores que mostram a grandiosidade da WTM Latin America, apenas na Tour Operators Area foram feitas mais de 2250 reuniões de networking e negócios entre os agentes e operadoras.

Para continuar atraindo um público cada vez maior, o evento tem apostado em palestras e em espaços que trazem discussões atuais. Na edição de 2019, foi realizado pela primeira vez o Woman in Travel, o programa, de acordo com Luciane Leite, Diretora da WTM Latin America,teve como objetivo “orientar profissionais mulheres que atuam no mercado, sendo investindo em suas carreiras e empreendendo, com conteúdo e mentoria personalizada. Acreditamos que é nesssário diversificar o que oferecemos nos eventos para continuar atraindo um público engajado, além de aumentar nossa relevância no trade turístico”, diz Luciane.

Público fiel

Mas de nada adiantaria propor novos programas e inovar, se o público não aparecesse e não se envolvesse no evento. “Os eventos são importantes espaços de networking, além de facilitar o contato para parcerias e negócios. Mesmo que não seja fechado o negócio nas feiras, elas possibilitam uma abertura de canal qualificada”, explica, Gabriel Cordeiro, Gerente Geral da BWT.

A BWT é participante frequente de feiras. Em 2018 foram mais de 20 em todo o mundo. “Aprendemos muito com o modelo de organização internacional e com os diferentes contatos e negócios que pudemos fechar com elas”, completa Cordeiro.

Em tempos que o turismo vive pela experiência, os eventos também devem seguir a onda, e proporcionar momentos verdadeiramente proveitosos a seus frequentadores para que sempre tenha mais no ano seguinte.

O Mapa do Turismo é uma coluna mensal, de responsabilidade da MAPA Comunicação Integrada. Sugestões de pautas e fontes devem ser enviadas para lara@mapacomunicacao.com.br.
Jornalista Responsável: Maria Priscila Alves Nabozni, MTb: 4926 DRT/PR

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você