[ editar artigo]

Com voo regular, Bariloche usa o preço para atrair mais brasileiros

A cidade de Bariloche (Argentina), voltou a contar com um voo regular direto do Brasil após mais de dez anos. A Azul formalizou a manutenção do serviço a partir de Campinas (Viracopos), aos sábados, durante o ano inteiro.

A novidade vai ao encontro das ambições da Ente Mixto de Promoción Turística (Emprotur) de tornar o destino um lugar de visitação o ano todo. Em entrevista ao Agente de Valor, Diego Piquin, diretor executivo da entidade, recordou que a Tam foi a última a oferecer o serviço além da alta temporada, em 2018.

No momento de uma crise acentuada na Argentina, o turismo surge como uma resposta convidativa. Ou seja, o preço acessível aparece como um ponto além do chamativo. “A possibilidade de se conhecer o destino o ano todo é favorável para nós. Temos o verão e o Natal chegando aí”, sucinta ele.

Para se ter uma ideia, a venda de aéreo e hospedagem de uma semana com a Azul Viagens sai por R$ 1,2 mil. Segundo o executivo, a desvalorização do peso em relação ao real fez com que passeios e jantares agora custem R$ 40.

A estimativa dos representantes de Bariloche é que, sobretudo, o destino mantenha essa onda crescente de brasileiros fora da época de neve. Em síntese, o inverno da região contou com 60 mil brasileiros, o melhor resultado em uma década. A ocupação média dos voos a partir do Brasil foi de 95%.

Além da Azul, Gol e Latam ofertaram serviços sazonais no inverno. A Decolar.com também entrou com fretamentos, que eram comuns de acontecer na década de 1970. Todavia, nenhuma dessas empresas venderá bilhetes para Bariloche pelo menos até a próxima temporada de neve.

Bariloche acessiva

Com exclusividade nessa praça, a companhia aérea presidida por John Rodgerson liga as duas cidades com o Airbus 320neo, com capacidade para 190 passageiros. “A malha da aérea também é muito boa, porque conecta Campinas com outras 60 cidades de todo o Brasil”, diz Gastón Burlon, presidente da Emprotur.

A principal estratégia do escritório argentino será o trabalho em conjunto com a Azul de divulgação nas mídias sociais. O mote dessa campanha será o preço, em outras palavras, mostrar como diferencial o custo-benefício de uma viagem para lá. Outras operadoras também entrarão com promoções nas próximas semanas.

Como resultado, Bariloche espera encerrar o ano com 80 mil brasileiros e consolidar seu principal mercado como um destino para todas as estações.

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você