[ editar artigo]

Ceará: aquecimento dos serviços turísticos em 2021

Ceará: aquecimento dos serviços turísticos em 2021

Responsável por cerca de um terço das riquezas produzidas pelo Ceará, o turismo foi um importante vetor do desenvolvimento socioeconômico do estado nos últimos anos. E para que 2021 seja um ano promissor para o setor, o governo estadual tem investido em medidas de apoio.

Retomada gradual do turismo

Com a flexibilização das medidas de isolamento e a retomada gradual do turismo, viajantes vêm pensando a longo prazo e já estão buscando o seu próximo destino. Mas quais são as suas preferências? 

Nesta etapa inicial de recuperação, estão dando prioridade para destinos dentro do Brasil. São vários os motivos desta escolha: a crise financeira agravada pela pandemia, o desemprego, a alta das moedas estrangeiras e as restrições de entrada de brasileiros em outros países.

Entre os lugares favoritos dos brasileiros para 2021, o Nordeste se destaca. Em um levantamento da Decolar dos dez destinos mais buscados pelos viajantes até outubro de 2020, sete  ficavam no Nordeste: Fortaleza ocupou o primeiro lugar, seguido de Maceió, Recife, Natal, Salvador, Porto Seguro e João Pessoa. Os três destinos fora da região foram Rio de Janeiro, São Paulo e Florianópolis. 

Crescimento no índice das atividades turísticas

Em meio aos planos elaborados para a retomada do turismo, o Ceará observou um crescimento de 11,2% no índice de atividades turísticas em outubro de 2020.

Os números apresentados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE),  também mostram outro dado animador: esta é a terceira taxa positiva consecutiva registrada em terras cearenses, apesar de surgir com uma desaceleração perante os meses anteriores. Agosto teve 77,8% e setembro, 14,6%.

De acordo com a pesquisa, o resultado está ligado às medidas estabelecidas contra a Covid-19, criadas para reforçar a necessidade do isolamento social na região. Em grande parte, elas atingiram fortemente as atividades turísticas do estado, com destaque para serviços como transporte aéreo, restaurantes e hotéis.

Segundo a presidente do Visite Ceará-Fortaleza Convention & Visitors Bureau (FC & VB), Ivana Bezerra Rangel, os números representam um aumento gradativo do turismo de lazer com a reabertura econômica. 

Ainda de acordo com Ivana, o crescimento dessas viagens de lazer é algo diferente do que acontecia nos anos anteriores em Fortaleza. Nesta época do ano, o aumento da taxa de ocupação era por conta do turismo de negócios e dos eventos realizados na cidade. Para ela, esse tipo de viagem ainda continua em ritmo lento justamente por causa dos cuidados com as aglomerações.

Infraestrutura: um dos pilares da retomada do turismo

Em Fortaleza, a infraestrutura é um dos pilares que estão impulsionando as atividades turísticas na região.  Obras de requalificação de algumas áreas, como  a da Avenida Beira-Mar (com execução de quase 100%, assim como as da Avenida Desembargador Moreira), são fundamentais para atrair turistas.

Segundo o titular da Secretaria do Turismo do Município de Fortaleza, Alexandre Pereira, não existe estratégia de cidade para turismo, mas uma estratégia de uma cidade que monta uma estrutura para o turismo e cuida das pessoas, capacita os agentes que trabalham na região, tornando-a pronta para receber os turistas.

Em resumo, além do turismo ser importante para o desenvolvimento econômico de Fortaleza, o setor de serviços que engloba comércio, transportes, saúde, educação e atividades financeiras  merecem destaque no crescimento da capital cearense.

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você