[ editar artigo]

Camboriú terá o primeiro porto com terminal de passageiros

O Ministério da Infraestrutura  assinou ontem o contrato de adesão em Terminais de Uso Privado (UTPs). O acordo permite a construção do porto de Balneário Camboriú pela empresa PDBS.

No inicio desse mês, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio esteve reunido com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas. Na pauta, os ministros articularam sobre a importância do investimento em um terminal exclusivo de passageiros no país.

O novo porto com terminal de passageiros de Balneário Camboriú será o primeiro do país. Além disso, as autoridades pretendem expandir o projeto e construir mais 15 instalações voltadas para o turismo marítimo. Ou seja, com objetivo de atrair mais empresas do setor de cruzeiros, além de manter de aumentar o número de viajantes e impacto econômico do setor.

Para Marcelo Álvaro Antônio, o turismo só será desenvolvido no país através da infraestrutura.

“O BNDES vai oferecer linhas de crédito para o financiamento de portos para receptivo de turistas. Diante disso, serão pelo menos 15 portos, sendo o primeiro deles o de Balneário Camboriú. Exatamente para dar condições aos navios de aportarem e conseguirem fazer com que os turistas tenham acesso às cidades na costa brasileira. Isso é fundamental para girar a economia”, apontou.

Expectativa de mercado

De acordo com dados da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia Brasil), o país recebeu sete navios e teve 462,3 mil cruzeiristas na temporada 2018/2019. Como resultados, a temporada gerou uma movimentação de R$ 2,083 bilhões. Além disso, foram oferecidos quase 500 mil leitos no período, número 15% superior ao da temporada passada, e os navios registraram 100% de ocupação. Os turistas tiveram um tempo médio de permanência de 5,5 dias e um gasto médio de R$ 2.929. Em cada cidade de escala, o impacto econômico médio gerado pelos cruzeiristas foi de R$ 581,35.

Em abril, Balneário Camboriú estimou o aumento de 17% em escalas de navios de luxo. As companhias de cruzeiros que já operam na cidade ainda preveem 33 paradas no verão 2019/2020.

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você