[ editar artigo]

Brasil retira exigência de visto para turistas do Catar

O presidente Jair Bolsonaro retirou a exigência de visto para habitantes do Catar. A medida é válida para quem viaja a turismo, negócios ou trânsito.

O acordo é recíproco, pois os brasileiros já não precisavam mais do documento para entrar no país do Oriente Médio. Podem permanecer por até 30 dias e estender por mais 30.

A novidade foi assinada na presença do emir do Catar, Xeique, Tamin Bin Hamad Al Thani, no Palácio Real, em Doha. Além dessa parceria, o Brasil assinou projetos que envolvem áreas como serviços aéreos, defesa e saúde.

Dessa forma,  o anúncio vem menos de uma semana após Bolsonaro anunciar a isenção de vistos para chineses.

O Catar se junta agora a Estados Unidos, Austrália, Japão e Canadá. A isenção de visto, que também incluiu a China na semana passada, entrou em vigor em junho deste ano. A Índia também está no radar do governo brasileiro.

Leia também:
Você sabia que é possível renovar seu visto para os EUA sem fazer entrevista?

A reciprocidade, ou seja, a não exigência do visto para visita, só acontece com os catarianos. Ainda não há data para o início da vigência.

Vale destacar que o Catar receberá a Copa do Mundo de 2022, o principal evento do calendário do futebol mundial. O país tem 2,6 milhões de habitantes.

O embaixador do Brasil no Catar, Roberto Abdalla, disse ainda que a visita do presidente era esperada pelo governo local.

“Nós temos um grande número de acordos bilaterais a ser firmados, que vão elevar a um novo patamar o relacionamento bilateral, que nada mais faz a jus à grandeza do nosso país e à excelência das relações do Brasil com o Catar”, declara.

TAGS

catar

visto

Agente de Valor
Ler matéria completa
Indicados para você