[ editar artigo]

Bioparque Serra Negra: aliando ecoturismo e conservação

Bioparque Serra Negra: aliando ecoturismo e conservação

Reconhecida como um dos melhores destinos turísticos do Brasil, a cidade de Serra Negra, no Circuito das Águas Paulistas, é ideal para quem busca natureza exuberante, conforto e boa gastronomia. E, a partir do dia 10 de outubro, com a inauguração do Bioparque Serra Negra, o destino ficará ainda melhor. Com um total de 28 hectares, o complexo é coberto por vegetação nativa, rica em flora e fauna.

O objetivo do empreendimento é desenvolver um espaço naturalmente diferenciado, aliando ecoturismo e conservação. Assim, os turistas poderão admirar a fauna diversificada vivendo ao ar livre, como macacos-sauá, tatus, roedores, veados, pacas, capivaras, maritacas, gaviões, gralhas, pererecas e serpentes de diversas espécies.

A cobertura vegetal nativa é outro ponto que chama atenção. Composta por cerrado, campo rupestre e Mata Atlântica, é possível identificar no local espécies de ingá-branco, pau-d’óleo, pau-d’arco, braúna, vinhático, sucupira, canela de ema, orquídea, entre outras. 

Além dos turistas em geral, a iniciativa do veterinário Daniel Chabu visa receber escolas para que no futuro, seja utilizada em programas de desenvolvimento profissional. As atividades serão monitoradas por um biólogo, o que dará a todos a oportunidade de conhecer mais intimamente a natureza e aprender sobre ela.

Atividades ligadas a educação ambiental, conservação e pesquisa em ciências naturais

Além da educação de visitantes e da população em torno do bioparque, o empreendimento tem o objetivo de desenvolver pesquisas na área de ciências naturais, integrando a conservação de habitats e seus processos ecológicos.

Para isso, é prevista a realização de uma gama de atividades, como estudos biológicos regionais, manejo de flora e fauna ex situ (estratégias de preservação e recuperação de espécies vegetais e animais, envolvendo populações não-naturais, como plantas cultivadas em estufas e sementeiras, e animais criados em cativeiro ou aquários) e in situ (estratégias de conservação de ecossistemas e habitats naturais e de manutenção e recuperação de populações viáveis de espécies em seus meios naturais e, no caso de espécies domesticadas ou cultivadas, nos meios onde tenham desenvolvido suas propriedades características), santuário para fauna resgatada, fomento de projetos de conservação, divulgação científica, promoção de cursos e treinamentos técnicos, geração e manutenção de coletas biológicas e a abertura para a visitação turística.

A proposta para as atividades turísticas é fornecer ao visitante uma experiência interpretativa e imersiva na natureza. Quem visitar o bioparque poderá ter uma verdadeira aula sobre a origem e evolução da vida.

Grand Resort Serra Negra: uma acomodação histórica e luxuosa

Localizado a apenas 6 km do bioparque, o Grand Resort Serra Negra é ideal para quem quer aliar ecoturismo com uma acomodação histórica e luxuosa. 

Fundado em 1942, o resort foi restaurado em 2016 e manteve preservados detalhes históricos, como os salões com pisos de mármore italiano, portas entalhadas à mão e a incrível varanda panorâmica – sendo considerado um dos hotéis campestres mais luxuosos do país.

Na parte de gastronomia, o resort dispõe de um restaurante em estilo bufê, bistrô e american bar, além de adega com dezenas de rótulos.

Visando o bem-estar de seus hóspedes, o Grand Resort Serra Negra está seguindo todos os protocolos de segurança e saúde, funcionando com capacidade reduzida para garantir as regras de distanciamento social.

Crianças e adolescentes podem realizar suas atividades nas áreas externas ou em áreas cobertas com extrema ventilação, podendo contar com o apoio de monitores altamente capacitados.

Que tal unir lazer, conforto e muito conhecimento de uma maneira diferenciada? Agende sua visita monitorada! :)

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você