[ editar artigo]

Bahia ganhará novo aeroporto de passageiros, afirma MTur

O Ministério do Turismo e a Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) anunciaram, na segunda-feira (04), que os estudos de viabilidade para a construção de um novo aeroporto no estado da Bahia devem começar ainda neste mês de novembro. Portanto, a ideia é que o novo local de passageiros deva ser construído na região turística chamada de Costa dos Coqueiros, que compreende os municípios baianos de Camaçari, Conde, Entre Rios, Esplanada mas, também Jandaíra, Lauro de Freitas e Mata de São João.

Durante reunião, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio ressaltou que o novo aeroporto garantirá uma infraestrutura adequada. Para que assim,  atraia cada vez mais investidores e visitantes ao local.

“Nosso objetivo é ampliar a oferta turística e facilitar o acesso aos destinos. Ou seja, esse empreendimento vai atrair mais turistas e fomentar o mercado hoteleiro, de habitação e de serviço.Além disso, vai potencializar o desenvolvimento dessa região de riqueza natural e cultural inigualáveis”, afirmou.

O secretário Nacional de Integração Interinstitucional, Bob Santos, esteve na reunião e afirmou que o empreendimento vai facilitar o acesso a zona turística baiana. “Esta área encontra-se entre os aeroportos de Salvador e Aracajú que ficam a 289km de distância. Em alta temporada, um turista pode demorar mais de 4h de um ponto a outro pela rodovia. Portanto, o aeroporto vai facilitar a conectividade dos destinos e melhorar a experiência turística de quem visita o local”, explicou Santos.

Leia também: Avianca encerra com sucesso a oferta de troca de títulos 2020

Etapas para a construção do aeroporto

O diretor de Investimentos da SAC, Eduardo Bernardi, adiantou que ainda serão necessárias algumas etapas até o início da operação do aeroporto. “Construir um empreendimento desse porte requer um estudo minucioso além de outras fases que devem ser superadas como a definição do local, estudo orçamentário, licenças ambientais e projeto de engenharia para então começar as obras. Todo o processo até a inauguração do aeroporto pode levar de cinco a sete anos”, ressaltou.

Diante disso, representantes do setor hoteleiro que possuem estabelecimentos ou intenções de investir na Costa dos Coqueiros também participaram do encontro. Na reunião afirmaram que novos produtos e segmentos turísticos podem dinamizar o turismo e reduzir a sazonalidade. Além disso, pode afetar capacidade ociosa da área.

Segundo eles, com a facilitação de acesso a partir do aeroporto, a perspectiva é de gerar 30 mil empregos com os novos projetos hoteleiros a serem implementados nos próximos dez anos. O sócio presidente da Prima S.A, Rubén Baqué, destacou ainda a riqueza da costa brasileira e comparou o litoral baiano a Riviera Maya, polo turístico mexicano onde se localizam centenas de resorts de alto padrão.

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você