[ editar artigo]

Arábia Saudita oferece vistos comuns para turistas pela primeira vez

A Arábia Saudita preparou um projeto ambicioso para o desenvolvimento do turismo. O primeiro passo foi a entrada do visto eletrônico para turistas de 49 países. A partir de agora, os visitantes podem pedir o documento pela internet ou no desembarque no país. Esse é um anúncio inédito na história do país.

As solicitações de visto podem ser feitas nas embaixadas e consulados da Arábia Saudita em todo o mundo.

Entre as nações aprovadas estão Estados Unidos, Reino Unido, China, Portugal, Espanha, Austrália, entre outros. O Brasil, contudo, ficou de fora dessa lista.

O governo do país promete estender essa facilidade a outros países no futuro.

O visto de turista permite uma estadia de até três meses por entrada, com visitantes capazes de passar até 90 dias por ano na Arábia Saudita. Por sua vez, o documento é válido por um ano, com várias entradas. O custo é de 440 riyais sauditas (por volta de R$ 488).

O governo da Arábia Saudita enxerga uma necessidade de incluir o turismo como um investimento necessário. Essa decisão vai ao encontro do projeto Vision 2030, que procura diversificar a economia do país e reduzir sua dependência do petróleo.

Arábia Saudita quer 100 milhões de turistas

Por isso, o país pretende alcançar 100 milhões de visitantes nacionais e internacionais por ano até 2030 e criar um milhão de empregos. Embora tenha traçado esse objetivo, o plano saudita não especifica a quantidade de turistas domésticos e estrangeiros.

Entre os projetos definidos na próxima década estão a criação de alguns “projetos grandiosos de luxo”. Por exemplo, a mega cidade planejada de US$ 500 bilhões Neom, o resort Amaala, o The Red Sea Project, entre outros.

Além do que, o destino árabe promete trabalhar para divulgar seus atrativos já existentes. A ideia é difundir seu patrimônio histórico reconhecido pela Unesco, ecoturismo nas montanhas verdes de Asir, as águas do Mar Vermelho, entre outros.

A Arábia Saudita, por fim, espera que o turismo contribua com até 10% do PIB do país até 2030, comparado com os 3% atuais.

Agente de Valor
Ler conteúdo completo
Indicados para você